Buscar
  • Amanda Dantas

Será que você é auto-sabotador?

Olá, tudo bem?!


No texto de hoje vamos conversar sobre algo que tem sido muito falado nos dias de hoje: auto-sabotagem.


A palavra sabotagem tem sua origem do francês, sabotage, de sabot, que significa tamanco. O termo foi criado na época da Revolução Industrial, pelos trabalhadores franceses para impedir o trabalho dos colegas que não aderiam as greves. Eles jogavam tamancos nas engrenagens das máquinas para pará-las e prejudicar os patrões, consumando suas greves.


Se formos ao dicionário, encontraremos essas definições:

"1. transitivo direto

danificar propositada e criminosamente instalações ferroviárias, industriais, militares etc. para impedir, retardar ou interromper seu funcionamento.

2. transitivo direto

prejudicar de forma oculta e insidiosa; minar."


Agora, trazendo a perspectiva da sabotagem para uma ação feita a si próprio, intitulada, auto-sabotagem, seria o ímpeto de cometer atos para prejuízo físico, emocional, material, financeiro a si mesmo. Pensando por esse ângulo, chega a ser assustadora a ideia de cometer qualquer ato que leve a dano próprio, porém este tem sido mais comum do que se imagina.


Vamos trazer para você algumas características de pessoas que podem ser consideradas auto-sabotadoras:


1. Estão "presas" em uma idade emocional diferente da idade biológica:

São pessoas que, conscientes ou não, tem dificuldade de encarar a vida adulta. Não conseguem admitir que o tempo passou e que não são mais crianças ou adolescentes. Tem dificuldade de admitir a entrada na vida adulta.


2. Tem dificuldade de assumir as responsabilidades de uma vida adulta:

Atrasam contas, tem dificuldade de tomar decisões importantes sozinhas, em geral, tem dificuldades para assumir responsabilidade que dependam apenas dela.


3. São pessoas vitimistas:

Tendem a acreditar que tudo e todos estão contra ela e que as coisas ruins que acontecem são sempre culpa do outro;


4. São pessoas inseguras e que abandonam os desafios quando estão a caminho da conquista:

·Justamente pelo fato de algumas conquistas terem relação direta com a vida adulta.

Outra característica muito comum aos auto-sabotadores é fato de serem pessoas que procrastinam muito. Isso se deve ao fato de serem, essencialmente, imaturos, pela dificuldade em assumir suas vidas adultas. São pessoas que sempre esperam pelo outro para resolver os seus problemas, organizar suas vidas e tomar atitudes em seu lugar.

O curioso é que essas pessoas costumam "atrair" outras com um perfil muito acolhedor, maternal ou paternal, para que seus necessidades sejam supridas. É, basicamente, aquele filho ou filha que saiu de casa, porém depende dos pais para tudo, financeira e emocionalmente, inclusive.


O que acontece, muitas vezes, é que o auto-sabotador não quer pagar o preço do crescimento, o preço da liberdade de uma vida adulta. E fica perceptível o quanto são pessoas medrosas que não "crescem" por temer as atribuições da vida adulta, por isso saem largando tudo que fazem pelo caminho. Iniciam uma faculdade e deixam, começam um relacionamento e terminam.

Por mais que essas coisas ditas aqui pareçam duras, o auto-sabotador não faz nada disso de propósito. Muitas vezes eles não tem consciência do tamanho do prejuízo que estão trazendo a si mesmos. São pessoas extremamente vulneráveis. Verdadeiras crianças ou adolescentes em corpos e obrigações de adultos.


Mas, se você se identificou com tudo que foi escrito aqui, não se desespere! Te entreguei um problema e vou te entregar junto a solução.


Para se livrar desse hábito de auto-sabotagem, que também leva procrastinação, é necessário primeiro que você compreenda sua situação, tenha desejo de mudar, entrar de verdade em sua vida adulta. Saber que, embora a vida adulta tenha os seus percalços, não há como fugir do avançar da idade e tampouco das exigências que isso nos traz.


É necessário compreender que por medo de se tornar um adulto, você não está aprendendo com a vida a ser forte, paciente, a ter resiliência e a estar pronto para as desafios.


Tendo compreensão desses pontos que são importantíssimos, a forma mais rápida e eficaz de descobrir em que fase da sua vida você está "preso", é através da hipnoterapia. É uma modalidade terapêutica que pode te ajudar a compreender quais caminhos sua mente percorreu para que você estivesse com essa dificuldade e reeducá-la a fim de que você consiga seguir a diante sem se sabotar.


Se quiser saber mais sobre a hipnoterapia é só voltar alguns post e terá todas essas informações.


E aí, fez sentido para você?! Então coloca aqui nos comentários e vamos bater um papo à respeito. Abraços e até o próximo post ;)

2 visualizações

Você pode nos chamar a qualquer momento pelo Whatsapp clicando em qualquer um dos botões verdes e falar diretamente com nossos terapeutas.

 

Mas, caso queira enviar dúvidas, sugestões, elogios ou fazer algumas perguntas pode usar o formulário ao lado.

© 2020 Campanha Eu mereço ser feliz.

Contato

Para maiores informações, preencha seus dados no formulário abaixo